segunda-feira, 30 de setembro de 2013

A Vassoura da Bruxa




A Primavera é o momento ideal para se confeccionar a vassoura da Bruxa, pois a primavera é o período de limpeza e renovação...
Período de plantar, arrumar para depois colher!
A vassoura ficou vinculada á imagem das bruxas, pois, as bruxas eram as mulheres "normais", usavam a vassoura para a limpeza e como na época da inquisição tudo era motivo para caçar uma bruxa, a vassoura passou a ser uma delas.
O Símbolo da vassoura é a limpeza... física e espiritual.
Bom sabendo um pouquinho mais da história e significado da Vassoura da Bruxa, vamos fazer a nossa?
Você vai precisar de um galho de árvore, que seja encontrado na natureza, não corte, pois em parques você encontrará o cabo de sua vassoura, eles pulam na nossa frente... rsrs... literalmente!
A parte de baixo, você poderá colocar capim cidreira, raízes, ramos de ervas, touceiras de ervas também, eu já fiz uma vassoura com capim cidreira e outra com uma touceira enorme de manjericão, e as duas ficaram lindas!
Para ligar o cabo com a parte de baixo, use linhas naturais para amarrar, como cordões de algodão, lãs coloridas, usando até os significados das cores, o preto é indicado, pois é a cor de proteção, o lilás também e assim por diante.
Feito isso, sua vassoura está pronta, mas precisa do seu toque, então você pode enfeita-la como quiser, faça desenhos no cabo, desenhos como o sol, a lua, flores, símbolos, etc, os que você mais gostar.
Pendure pingentes de proteção, flores, ervas como a canela, cole pedras, faça como sua intuição mandar.
Ah, não esqueça de no dia em que fizer a vassoura, dê seu tempo só para ela não se distraia com outra coisa, pois você estará doando sua energia para a vassoura.
Acenda um incenso e coloque uma música gostosa também isso ajuda bastante, e você irá adorar quando ela estiver pronta.
Outra dica, façam a vassoura na Lua Crescente ou Cheia.
Nesta postagem, ensino a consagrar a vassoura.
http://bruxynhacarioca.blogspot.com.br/2012/11/consagrando-sua-vassoura-magica.html
E ai o que acharam? Vamos fazer nossa vassoura? Quem fizer mande as fotos ok?
Andréia Hermann (Magias, Feitiços e Poções)

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

15 de Agosto - Celebraçao do Dia



Celebração de Atargatis, a deusa síria do céu, do mar, da chuva e da vegetação, também cultuada pelos romanos como Dea Syria. Deusa poderosa com atributos muito complexos, Atargatis podia ter várias representações. Como deusa celeste, ela surgia cercada de águias, viajando sobre as nuvens. Como regente do mar, poderia ser uma deusa serpente ou peixe. Podia ainda ser a essência fertilizadora da chuva, com a água vindo das nuvens e das estrelas. Ainda podia aparecer como a própria deusa da terra e da vegetação, cuidando da sobrevivência de todas as espécies.
Um mito antigo descreve a descida de Atargatis do céu como um ovo, do qual surgiu uma linda deusa sereia. Por ser considerada a Mãe dos Peixes, os sírios recusavam-se a comer peixes ou pombos, considerados seus animais sagrados.
Festa celta do Pão Fresco, reverenciando a Deusa Mãe. Em fogueiras feitas com madeira de árvores sagradas (carvalho, bétula, freixo, espinheira e sorveira), assava-se o pão feito com o trigo recém-colhido. As pessoas agradeciam a colheita com cânticos, orações e oferendas para as divindades da Terra.
Trung Thu, celebração vietnamita da Lua. As famílias se reúnem, as ruas são decoradas com lanternas coloridas e as crianças, usando máscaras variadas, seguem em procissão pelas ruas. Os dançarinos realizam a dança dos unicórnios e todos comem doces em forma de lua ou de peixe. Os adultos homenageiam os familiares falecidos queimando incenso e notas falsas de dinheiro para enviar boa sorte pela fumaça.
Na Polônia, festa de Nossa Senhora de Czestochowa, a Virgem Negra, cujo mosteiro era um antigo local de culto à Matka Boska Zielna, a Deusa das Ervas.
A Igreja Católica aproveitou a egrégora formada nesta data pelas antigas celebrações dos dias doze, treze e quatorze e criou a comemoração da morte e assunção de Maria, o aspecto “cristão” da Grande Mãe.

*informações extraídas do livro “ O Anuário da Grande Mãe”, de Mirella Faur.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Arroz de Afrodite para o Dia dos Namorados



A finalidade é trazer mais sensualidade e em forma de agradecimento presentear Afrodite com essa bela receita.

Melhor Lua: Lua cheia ou (dia dos namorados)
Roupa vermelha ou rosa;
Jogue pétalas de rosas ao chão;
Incenso de jasmim, velas verdes, rosas e vermelhas;

Ingredientes:

1 1/2 de arroz
1 ramo de brócolos
1/4 de azeite de oliva
1 xícara de cebolinha picada
1 pimentão vermelho cortado em pedaços
1 1/2 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de pimenta do reino
1 colher de sopa de curry
3 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
1 1/2 colher de chá de açúcar

Beijos Bruxescos, Adriana Zampolli (Caverna da Bruxa)

terça-feira, 11 de junho de 2013

O Chamado da Deusa...



Despertem,despertem todos
e ouçam a voz do chamado da Deusa.
Alegrem-se!Alegrem-se!
Elevem a voz
e deixem que a nossa bela Mãe Terra
seja preenchida pela magia,pelo amor e
pelo júbilo.
Que haja bebiba.
Que haja música 

Celebrem alegremente a noite inteira!

_de Cicle of Shadows
de Gerina Dunwich

quinta-feira, 18 de abril de 2013

"Dizem que os Antigos Deuses desapareceram, então, com quem eu tenho dançado todas as noites de lua cheia em volta da fogueira?"

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Deusa Éris




Hesíodo em sua Teogonia diz que Éris era a filha primogênita de Nix - a Noite, e mãe de inúmeros outros flagelos. Já Homero cita Éris como irmã de Ares, portanto, filha de Hera e Zeus.
Conta a lenda que Éris provocou a Guerra de Tróia por não ter sido convidada para o casamento de Peleu e Tétis, devido ao seu temperamento difícil. Mesmo assim ela compareceu à cerimônia e lançou sobre os presentes o Pomo da Discórdia, uma maçã dourada que tinha uma inscrição: " dirigida à mais bela das deusas presentes. "
Isto fez com que Hera, Afrodite e Athena disputassem um concurso entre elas para saber quem era a mais bela. Cabia a Páris escolher e ele escolheu Afrodite por ela ter-lhe prometido o amor de Helena de Tróia, uma bela mulher que era esposa do lendário Rei Menelau. Isso deu origem à Guerra de Tróia.

Fonte.: Cantinho dos Deuses

domingo, 31 de março de 2013

Oficina das Bruxas



Filha do Sol, Filha da Lua....
Wiccas também podem se especializar!
Para quem não sabe, as bruxas se dividem em tipos diferentes, com suas preferências na realização de magias e formas de reverenciar sua fé.
Todas voltadas à Mãe Natureza, à Deusa e ao Deus, mas com estilos diferenciados.
Se você ainda não sabe que tipo de Bruxa você é, veja aqui as mais comuns ou mais comentadas.

Bruxa Cerimonial: Uma pessoa que combina as práticas de bruxaria e magia cerimonial. São os que mais freqüentemente usam uma combinação de disciplinas e geralmente enfatizam cabala ou magia egípcia em seus rituais.

Bruxa Eclética: Uma abordagem individual na qual a bruxa escolhe a partir de diferentes tradições e cria um formulário personalizado de bruxaria que atenda às suas necessidades e capacidades individuais. Elas não seguem uma determinada religião ou tradição, mas estudam e aprendem muitos sistemas diferentes e usam o que funciona melhor para elas.

Fada Bruxa: Uma bruxa eclética, que procura entrar em comunhão com os povos do país das fadas e espíritos da natureza em seus trabalhos magia. Elas não têm nenhuma organização ou tradição e desenvolveram a sua própria vontade através da prática comum. (Não confundir com a bruxa verde)

Bruxa Verde: Uma praticante de feitiçaria cujo foco é a utilização de artigos naturais e lugares meio à natureza. O objetivo da bruxa verde é a realização mágica através da comunhão com a Mãe Natureza e utilizar as suas energias.

Bruxa Xamã; é um caminho de natureza xamânica, uma vez que são praticantes de uma espiritualidade na Terra. Elas se engajam em vôo espiritual e na viagem para o “Outro Mundo”. Elas podem, nessa qualidade, serem parteiras e curandeiras. Em aldeia elas representam o limite que existe entre este mundo e o mundo espiritual.

Bruxa Hereditária: Conhecida como uma tradição de família de bruxas, ela é alguém que foi ensinado “Os Velhos Caminhos”, como uma tradição transmitida através das gerações de sua família. Embora você possa ter nascido em uma família com a tradição, você não necessita de ser uma bruxa, precisa de conscientização e uma aceitação do que é necessário para se tornar uma bruxa.

Bruxa de Cozinha: Uma praticante de feitiçaria, que usa as ferramentas da cozinha para trabalhar suas magias e criar seus rituais, e que lida com o lado prático da religião, magia, e os Elementos da Terra. Algumas pessoas que ouvem o termo “cozinha da bruxa” podem pensar que é uma arte magica de cozinhar, mas é muito mais. É sobre a descoberta do sagrado nas tarefas diárias, não importa o quão banais que possam parecer ser. Um tipo mais popular de feitiçaria, é sobre como trabalhar com as energias da natureza para fazer a cozinha e a casa num lugar seguro e sagrado.

Bruxa Solitária: Esta é aquela que pratica sozinha suas magias, sem um coven e sem seguir nenhuma tradição em particular. Às vezes, elas estão entre essa classe de bruxas naturais cujas habilidades foram desenvolvidas em vidas anteriores. Existe uma lenda entre os bruxos que, após praticar por várias vidas, o conhecimento da “arte” é despertada quando se passa a puberdade.
E então!!! Já se identificou???

Anguis Flamma

sábado, 19 de janeiro de 2013

Ritual para Sábado


Hoje é Sábado dia ideal para meditações, estabilizar situações, concretizar sonhos, pedidos de sabedoria e justiça.

Dia de Saturno! Acenda uma vela preta, cinza ou branca para fazer seus pedidos. Incenso de mirra ou almíscar é a dica.

Deusas para honrar - Cerridwen, Rhianon e Morrigu

Beijos Bruxescos

sábado, 12 de janeiro de 2013

O CÍRCULO DE FOGO



Esta prática deve ser repetida a cada 21 dias, e tem o poder de purificá-lo e protegê-lo pelo fogo.

Coloque uma vela de cera acesa na beirada de uma mesa e fique de frente para ela. Feche os olhos e emita o desejo de criar um círculo de fogo ao seu redor. Imagine que a chama da vela começa a se expandir e que envolve todo o seu corpo.

Lentamente, gire o corpo, sem sair do lugar, no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio, fazendo três giros seguidos e lentos. Pare novamente em frente à vela e diga mentalmente:

- O círculo de fogo está feito. Estou protegida(o).

Em seguida, coloque a vela em local alto e seguro e deixe que se queime até o fim.

Para proteger crianças pequenas, acenda a vela, mentalize a chama se expandindo e envolvendo a criança e depois, segurando a vela nas suas mãos, faça os três giros em torno da criança. Em seguida diga mentalmente:

- O círculo de fogo está feito. Você está protegida.

Se for possível, procure ter uma lamparina de azeite sempre queimando, em sua casa. Todas as vezes em que for acendê-la, imagine que o fogo se espalha por toda a sua casa, purificando-a.

Tanto o azeite quanto a cera, melhor do que a parafina, emanam fluidos que auxiliam na purificação e por isto são mais adequados a este tipo de prática.

Não se esqueça: Refaça o círculo de fogo a cada 21 dias.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...