quarta-feira, 28 de março de 2012

Amor se faz na cozinha

... No aconchego do fogo aprendi que a cozinha não é um espaço destinado apenas aos cozimentos...
Nela aprendi a dançar, a criar perfumes e óleos aromáticos, a elaborar unguentos e filtros com vinhos, azeites, vinagres flores e ervas...
Aprendi a arte dos sonhos, a misturar desejos com ervas, com farinha e ovos e assá-los no forno do velho fogão...
Na cozinha me foram passadas as primeiras lições de magia...
Ela me iniciou, me revelou os mistérios e a sacralidade da Mãe Natureza, aquela que cozinha num enorme caldeirão de estrelas...
É na cozinha que a Grande Mãe se encontra em perfeita harmonia com os quatro elementos, os cincos sentidos e as iluminações do amor...
É nela que a água se integra à terra e dá origem às lamas saborosas e aromáticas...
Dentro dela o fogo arde no coração dos amantes, e o vento arrepia os pêlos da luxúria...
Na cozinha o alimento é misturado aos desejos e delírios das pessoas, originando filtros que unem os amantes e inspiram os encantamentos dos poetas...
Toda vez que leio Homero, transfiro as tramas das Deusas para a cozinha, onde aprendi os primeiros segredos da sedução...
Coloco as máscaras de Afrodite no rosto e num passe de mágica me transformo na Deusa que incendiava o coração dos gregos...
Na minha Grécia os mares são sempre azuis, verdes e acolhedores...
Nas areias, o sol se estende como uma toalha que acolhe os alimentos...
Vez por outra, as Nereidas emergem das águas e se juntam ao meu rebolado...
No amor e na cozinha há de se comer sempre com os olhos...
passear a língua sobre os lábios e engolir todos os liquidos da gula...
By Marcia Frazão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...